25 melhores cidades para mulheres empreendedoras

Como construir um funil de vendas
1 de julho de 2016
7 Características de um Growth Hacker
8 de julho de 2016
Ver todos

Dell divulga lista com 25 melhores cidades do mundo para mulheres empreendedoras se desenvolverem.

O WE Cities, índice criado pela marca de computadores, é o único atualmente capaz de medir a habilidade das cidades em atrair e oferecer condições de crescimento para mulheres donas de seus próprios negócios. Esse índice é muito importante para que governos e líderes possam agir em prol de um melhor ambiente para as mulheres empreendedoras em suas cidades e países. Já que a existência delas pode ser um fator determinante no crescimento da economia local, como coloca Karen Quintos, vice-presidente e CMO da Dell.

Foram usadas cidades no lugar de países para tirar um pouco a discussão de uma esfera macro e colocar em uma esfera micro. Onde pequenas mudanças de legislação e costumes podem afetar fortemente o panorama das mulheres empreendedoras no local.

O ranking das cidades foi usado como ponto de partida para as discussões sobre gênero no sétimo DWEN (Dell Women’s Entrepreneur Network Summit), encontro global das 200 maiores empreendedoras, líderes e parceiras da Dell que foi realizado em Cape Town, na África do Sul, entre os dias 27 e 28 de junho, em 2016. O tema central do encontro foi “Inovação para um mundo preparado para o futuro”.

Elizabeth Gore, entrepreneur-in-residence da Dell, também pontua a importância do índice para a criação de um melhor ambiente para mulheres empreendedoras nas cidades. Ela coloca que se os políticos e as empreendedoras se unirem, políticas dinâmicas podem ser postas em prática e melhorar o processo empreendedor da ideia até a gestão da nova empresa. Nesse sentido. WE Cities pode ser usado como uma ferramenta de diagnóstico para ajudar os legisladores a estarem atentos às necessidades das mulheres empreendedoras em suas cidades.

Para construir o índice, a Dell categorizou cinco importantes características que deviam ser observadas nas cidades: capital, tecnologia, talento, cultura e mercado. Esses pilares foram organizados em dois grupos – ambiente operacional e ambiente favorável. A avaliação geral do índice possui 70 indicadores, e, destes, 44 têm componentes de gênero. Os indicadores individuais foram ponderados com base em quatro critérios: relevância, qualidade dos dados subjacentes, singularidade no índice e componente de gênero.

Assim, segue a lista das 25 melhores cidades para as mulheres empreendedoras:

1- NEW YORK

2- BAY AREA*

3- LONDON

4- STOCKHOLM

5- SINGAPORE

6- TORONTO

7- WASHINGTON, DC

8- SYDNEY

9- PARIS

10- SEATTLE

11- MUNICH

12- AUSTIN

13- BEIJING

14- HONG KONG

15- TAIPEI

16- SHANGHAI

17- TOKYO

18- MEXICO CITY

19- SÃO PAULO

20- SEOUL

21- MILAN

22- DELHI

23- JOHANNESBURG

24- JAKARTA

25- ISTANBUL

* Consiste nas áreas metropolitanas de San Francisco e San Jose

 

As 25 cidades no ranking foram escolhidas a partir da lista de 50 cidades globais do Modelo de economias preparadas para o futuro (FRE) da Dell. Para que existam comparações entre os dois índices, sendo a diversidade geográfica um dos critérios-chave na seleção das cidades.

Com base nos estudos realizados, o acesso ao capital ainda é o desafio número 1 que as mulheres empreendedoras enfrentam. Mesmo que os números estejam mostrando uma ligeira tendência de melhoria. A criação de ecossistemas robustos com incubadoras, aceleradoras e mentores faz muita diferença para as mulheres empreendedoras. Pois a criação de redes se mostra fundamental para esse processo. As normas culturais e suas implicações políticas também ainda representam grandes entraves para mulheres empreendedoras.

Confira a matéria divulgada pela Dell.

Ficou com alguma dúvida? Tem alguma sugestão? Escreve aqui pra gente!

Para mais conteúdos como esse, nos siga no Facebook e Twitter!

Confira também os artigos sobre Como aumentar sua produtividade no trabalho e Como construir um Funil de vendas.