5 oportunidades do monitoramento de redes sociais

Algoritmos de aprendizagem e os vieses existentes
23 de setembro de 2016
Implicações da Economia comportamental na pesquisa de mercado
5 de outubro de 2016
Ver todos

A importância das redes sociais já é bem reconhecida pela grande maioria das empresas. Mas, também a maioria delas ainda não sabe muito bem quais as informações podem ser obtidas a partir das redes e como aproveitar esses dados na hora de tomar decisões. Pensando nesse gap, vamos listar as principais informações que a sua empresa pode extrair das redes através dos processos de monitoramento e qual a utilidade dessas informações para a gestão de marca e produto.

  1. Descubra quem é o seu cliente

Nós sabemos que você provavelmente já fez um estudo sobre quem é o seu público alvo e, quem sabe, já tem até uma persona delimitada como provável cliente. Mas você sabe quem são as pessoas reais que estão consumindo o seu produto? Não estamos falando de homens solteiros entre 20 e 30 anos que moram com os pais. Estamos falando do Gabriel, do Emerson, do José. No processo de gestão do produto, é muito importante que a empresa enxergue quem são seus consumidores reais, para entender quais seus pensamentos, angustias e problemas. Assim, pode oferecer ao cliente a melhor experiência possível, já que conhece o seu comportamento, suas expectativas e seu estilo de vida.

  1. Descubra quem é o seu fã

Mais importante do que conhecer bem quem está consumindo seu produto, é conhecer o seu fã. Pois eles são as pessoas que consideram sua marca maravilhosa e estão dispostas a comprarem uma briga por ela. Essas pessoas devem ser conhecidas e monitoradas porque podem ser as grandes responsáveis pelo crescimento e sustentação da marca. Já que fazem uma propaganda gratuita e confiável do seu produto.

Mas o que fazer quando souber quem são os fãs da marca? Então, a empresa pode oferecer prêmios e bônus especiais para essas pessoas, como forma de reconhecimento. Esses prêmios podem ser kits de produtos ou lembranças de que aquela pessoa é importante para a organização. Essa simples atitude pode estreitar ainda mais os laços emocionais que essas pessoas desenvolvem com a organização, além de induzir ao aumento do número de fãs.

  1. Saiba como o seu público se comunica

É sempre muito engraçado quando uma pessoa tenta imitar a linguagem um determinado grupo sem pertencer a ele. A comunicação dela tende a absorver todos os estereótipos que rondam o grupo. Como quando imitamos sotaques de outros lugares ou pessoas em situações muito diferentes da nossa. Começo dizendo isso porque é muito comum as empresas imaginarem que estão falando a linguagem adequada para o seu público, sendo que estão apenas seguindo esses estereótipos. Já que não os funcionários não pertencem necessariamente ao mesmo grupo dos consumidores.

Para fugir dessa armadilha, é importante que a empresa realmente estude profundamente a linguagem e os formatos realmente usados pelos seus consumidores. E uma forma muito eficiente de fazer isso é monitorando as atividades do seu público nas redes sociais. Pois, nesse ambiente, os consumidores agem da forma mais espontânea possível e você poderá analisar os aspectos que realmente diferenciam a comunicação deles.

  1. Descubra as tendências e oportunidades

Quando você estabelece um canal direto para ouvir seu cliente, você também pode entender quais assuntos são relevantes para ele. Através das conversas e compartilhamentos, ele mostra o que costuma ver, ouvir e fazer. Assim, você pode ajustar seu produto ou sua produção de conteúdo de acordo com as preferências observadas. Se seu público está assistindo muito uma determinada série de TV, por exemplo, você pode tentar relacioná-la de alguma forma com o seu negócio. A partir daí, podem ser feitas atividades promocionais, posts em blog, memes ou até um treinamento para que a equipe de vendas esteja por dentro desses assuntos e saiba como conversar com os clientes.

  1. Saiba como clientes percebem sua marca e os concorrentes

Além de saber o que o público está pensando ou fazendo de forma geral, você também pode captar qual a visão que esse público tem da sua empresa e do seu produto. Pois geralmente as pessoas falam sobre tudo nas redes sociais, inclusive marcas e produtos. Principalmente se alguma característica desses chamou a atenção. Então, monitorando bem as plataformas, você pode ter insights sobre sua atuação no mercado.

Além disso, se você identifica algum ponto negativo ou alguma dúvida, você pode agir rapidamente e oferecer o suporte necessário. Assim você estará sempre preparado para dar um feedback da forma mais rápida e eficiente. Atualmente, as pessoas valorizam muito as empresas que se preocupam com a opinião e relacionamento com os clientes. Essa atitude ainda pode ser um diferencial importante para a marca.

Com o monitoramento, você pode também acesso a todas essas informações sobre os concorrentes. Pode saber o que o público pensa sobre eles, como eles estão se comunicando nos canais online e quais as reações do público.

Como fazer o monitoramento de redes sociais?

Para fazer esse monitoramento, existem uma série de programas, sites e aplicações. Esses programas vão desde dos que varrem apenas a página da empresa e que apenas consolidam as informações até os que monitoram toda a rede. O primeiro tipo é o mais simples e é útil para empresas que possuem páginas muito grandes ou muito diversas, mas não é funciona para conhecer o público fora da página. Também existem os softwares que monitoram as redes sociais como um todo. Eles conseguem capturar muito mais informações, mas não é possível ter acesso às publicações privadas dos usuários. Pensando nesse problema, a eCMetrics desenvolveu uma plataforma própria para monitorar as redes sociais dos consumidores com a autorização dos mesmos. Assim, pode ter acesso às informações que eles definem como particulares.

Para definir exatamente qual dos serviços oferecidos no mercado é o melhor para sua empresa, você deve analisar sua situação atual e qual é o objetivo da sua empresa com relação ao monitoramento. Porque você pode querer apenas conhecer seu cliente de forma restrita ou entender bem como se comporta todo o seu público nas redes sociais.

Espero que você tenha aproveitado bastante o artigo!

Ficou com alguma dúvida? Tem alguma sugestão? Escreve aqui pra gente!

Para mais conteúdos como esse, nos siga no Facebook e Twitter!