Implicações da Economia comportamental na pesquisa de mercado
5 de outubro de 2016
Pokémon Go: qual a percepção dos brasileiros?
14 de outubro de 2016
Ver todos

O dia das crianças já está chegando e, como sabemos, essa data sempre traz muita expectativa e alegrias para a garotada. Além dos jovens, os comerciantes também geram muitas expectativas com relação às vendas voltadas para o público infantil nessa época. Com o intuito de averiguar quais são as percepções e hábitos de compra dos brasileiros nessa data, a eCMetrics e a eCGlobal realizaram uma pesquisa com 1.021 internautas do painel online e da plataforma mobile OpinionsApp. O estudo contou com homens e mulheres de todo o Brasil, com mais de 18 anos, das classes A, B e C.

Nessa data especial, 86% dos entrevistados afirmaram que vão comprar presentes no dia das crianças e vão presentear, em média, duas crianças cada um. Além disso, 83% consideram o dia das crianças importante ou muito importante. E, mesmo entre os que não vão dar um presente, o número de entrevistados que considera a data importante é alto. Os principais motivos que os levaram a não comprarem o presente foram a falta de crianças para presentear e a falta de dinheiro para comprar os presentes.

No momento da escolha dos presentes, 3 em cada 10 presenteiam exatamente o que a criança quer e aproximadamente metade dos entrevistados ouve a criança, mas decide sozinho o que comprar. Entre os presentes mais citados pelos internautas estão brinquedos (com 56%), roupas (com 47%) e celulares (com 16%).  Os presentes com mais valor agregado, como eletrônicos, são mais dados pelos entrevistados da classe A. Também perguntamos quais as marcas dos presentes que os usuários pretendem comprar. Além das marcas de brinquedos tradicionais, como Mattel, Estrela e Lego, também foram mencionadas grandes empresas de aparelhos eletrônicos, como Samsung, Motorola e LG.

Com relação aos gastos esperados, os entrevistados afirmaram que esperam gastar mais esse ano do que gastaram no ano passado. A médias dos valores informados ficou em torno de R$223.  Ivan Casas, CEO da eCMetrics, nota razões para essas mudanças: “As expectativas de gastos mais altas acompanham a mudança no tipo de presente. Um tablet, por exemplo, é mais caro que um brinquedo simples. E, cada vez mais, os pais têm escolhido esse tipo de presente”.

Para ver os resultados e análises completas acerca dessa data, é só fazer o download gratuitamente da nossa apresentação através do botão abaixo!

Apresentação Dia das Crianças

Confira também nossas pesquisas sobre O zika vírus e o planejamento familiar brasileiro e Os hábitos de consumo online dos brasileiros.

Não deixem de nos seguir nas redes sociais para ver mais conteúdos como esse!