Facebook muda algoritmo (de novo) e priorizará marcas que pagam divulgação

Mídia online deve movimentar cerca de R$ 9,5 bilhões este ano
23 de abril de 2015
Smartphones vão liderar o mercado de eletrônicos em 2015
27 de abril de 2015
Ver todos

No comunicado oficial, o Facebook explica que a decisão de mudar o Feed de Notícias tem como base uma série de comentários e avaliações feitas por usuários sobre as publicações na rede social.

A mudança visa melhorar a experiência dos usuários que não têm muitos contatos e, consequentemente, não encontram muitas postagens ao entrar no serviço. Uma das medidas para atender a esse público é o afrouxamento da regra que impede que duas ou mais publicações da mesma pessoa apareçam em sequência no Feed de Notícias.A smartphone user shows the Facebook application on his phone in Zenica, in this photo illustration

As pessoas que contam com muitos contatos são o segundo alvo. O Facebook percebeu que, por conta do elevado número de conexões, esses usuários têm dificuldades para acompanhar as novidades dos amigos. Com as mudanças algorítmicas, fotos, vídeos e atualizações de status dos contatos que mais interagem devem aparecer com uma frequência maior.

Do ponto de vista do usuário comum, essas novidades devem ter impacto positivo. Mas há quem se preocupe, como os administradores de páginas: o Facebook admitiu que as mudanças podem diminuir (ainda mais) o alcance das publicações das fan pages.

Para o Facebook em si, essa é uma estratégia deveras interessante. De um lado, a priorização de conteúdo criado por amigos ajuda a manter usuários por mais tempo na rede social. Do outro, o alcance reduzido das páginas serve de “estímulo” para que sites e marcas paguem para destacar conteúdo.

As mudanças são globais e começam a valer oficialmente nesta semana.

Fonte