INFOGRÁFICO: Os incríveis números do Twitter em 2012
16 de novembro de 2012
INFOGRÁFICO: Os melhores dias para publicar conteúdos nas redes sociais (por ramo de atuação)
10 de janeiro de 2013
Ver todos

Créditos da imagem: freshtightdesigns.com

A última década se mostrou um campo fértil para o surgimento e desaparecimento de diversas redes sociais ao redor do mundo. Alguns exemplos, como o Orkut – que chegou a ser a rede mais acessada no Brasil e hoje tem índices de decrescimento constantes -, mostram a velocidade em que o sucesso e o insucesso de sites e plataformas da era digital acontecem. Esta nova realidade exige uma atenção cada vez mais elevada de quem trabalha ou está ligado de alguma forma a este cenário.

De modo a tentar compreender o funcionamento e as tendências da web nesta virada de ano, a provedora de Marketing Digital Silverpop criou, no último mês, um infográfico que traz importantes considerações sobre as principais redes sociais do mundo. Confira:

 

Clique na imagem para ampliar

Confira logo abaixo um resumo  das principais informações do infográfico, feito pela ProXXIma:

Dores de crescimento
“Parafraseando Justin Timberlake no filme A Rede Social, o cool não é crescer em cada um dos três anos após o lançamento do site — é crescer nos três anos SEQUINTES.” Na análise de uma amostra de 11 das principais redes nos primeiros três anos de lançamento, nove cresceram todos os anos. Mas apenas cinco continuaram crescendo em cada um dos três anos seguintes.

Da amostra considerada, seis redes mantiveram um crescimento explosivo entre os vitais terceiro e quarto anos de existência: Twitter (avançou oito vezes), Facebook (seis vezes), Tumblr (quatro), Flickr (três), LinkedIn (duas) e MySpace (duas).

O Clube dos 100 Milhões 
O padrão de desenvolvimento das oito redes com 100 milhões ou mais de usuários varia muito:
. Facebook: uma conquista sem precendentes de 1 bilhão de pessoas.
. Twitter: dos 500 milhões de usuários totais, aproximadamente 170 milhões tuítam ativamente.
. Google+: com a base de usuários do Google, tornou-se instantaneamente um player poderoso.
. Weibo: alavancado pela falta de concorrentes, o site de microblogging chinês cresce a uma taxa espantosa.
. RenRen: dúvidas sobre o número de usuários realmente ativos da rede chinesa ameaçam seu crescimento.
. LinkedIn: desafiou os padrões típicos de crescimento das redes sociais: é o único membro do “Clube dos 100 milhões” que nunca triplicou seu tamanho anualmente.
. Badoo: mais popular em regiões da Europa e da América Latina, construiu discretamente uma formidável base de usuários.
. Instagram: o membro mais recente do Clube levou menos de dois anos para cruzar a marca de 100 milhões.

Estrelas ascendentes 
. Foursquare: o site social baseado em localização acompanhou a explosão dos smartphones, mais que duplicando sua base de usuários em 2011.
. Instagram: o site de compartilhamento de fotos (recentemente comprado pelo Facebook) quintuplicou seus usuários entre o primeiro e o segundo ano de existência.
. Tumblr: a plataforma de microblogging dobrou seus usuários em todos os primeiros cinco anos desde o lançamento, e ultrapassou recentemente a marca de 80 milhões de adeptos.

Balançam mas não caem 
. Flickr: o crescimento do site de hospedagem e compartilhamento de imagens desacelerou nos últimos três anos, mas continua seguindo uma direção positiva.
. LinkedIn: o site de business levou quatro anos para atingir 10 milhões de usuários, seis anos para atingir 50 milhões, e oito para chegar aos 100 milhões – mas continua crescendo.
. Xing: a rede profissional alemã tem adicionado lentamente alguns milhões de usuários nos últimos cinco anos.
. Yelp: a rede social e de avaliação de locais levou cinco anos para atingir 10 milhões de visitantes únicos – mas agora tem mais de 80 milhões.

Crianças-prodígio 
. Path: o site de compartilhamento de fotos em mobile cresceu dez vezes entre seu primeiro e segundo anos.
. Pinterest: antes de três anos de existência, o site de imagens já atingiu 25 milhões de usuários.
. Soundcloud: a plataforma de distribuição colaborativa de áudio mais que triplicou sua base em todos os anos desde seu lançamento, em 2008.

Devagar, quase parando
. Friendster: a inovadora rede social estagnou nos EUA, mas manteve o crescimento na
Ásia – só que agora focada em games.
. MySpace: alcançou 200 milhões de usuários antes de ser atropelada pelo Facebook.
Agora está na UTI.
. Orkut: uma iniciativa pioneira do Google na mídia social, nunca conseguiu a mesma
Popularidade do Google+.

Fonte: Proxxima e Silverpop