Por que ter uma comunidade online?
15 de abril de 2016
Facebook é a melhor rede social para marcas
28 de abril de 2016
Ver todos

Grande parte das empresas deixam de investir em inovação nos momentos de crise. Mas será mesmo que essa é a melhor saída?

A grande maioria dos empresários e gestores já consegue perceber a importância que a inovação constante traz para as empresas. Porém, nos momentos em que a situação econômica não está tão favorável, a tendência é que esses mesmos gestores deixem os investimentos em inovação um pouco de lado e passem a focar nas atividades consideradas “mais importante” para a empresa, geralmente relacionadas com as áreas operacionais e financeiras. Isso ocorre porque a inovação ainda é vista como algo caro e que não traz resultados no curto prazo (as vezes não traz resultado nenhum) para as empresas. Assim, é comum que os gestores decidam não investir em inovação em tempos de recessão. Porém, esse pode ser exatamente o momento ideal para esse investimento. Mas por que?

Diferenciação

No momento de crise, o investimento em inovação é o que vai possibilitar a diferenciação da empresa perante seus concorrentes. Porque a inovação permite que você desenvolva um produto, embalagem, entrega ou atendimento que esteja mais adaptado à necessidade do seu consumidor. E, se você passa a oferecer um maior valor para o cliente, este pode te considerar uma melhor opção na hora da compra, podendo até desenvolver uma relação afetiva com sua marca e se tornar o que chamamos de “defensor da marca”. Em mercados muito competitivos, em um momento em que todos estão correndo por menores custos, qualquer mudança que represente uma melhor experiência para o cliente, vai ser considerada como um atrativo pelo mesmo.

Aproveitar o comportamento do cliente

Todos sabemos que em momentos de crise os clientes são extremamente exigentes. Porque, assim como as empresas, eles também estão passando por momentos de contenção de despesas. Ou seja, precisam de um estímulo maior para adquirir produtos e serviços no geral. Portanto, ao comprarem algo, também vão exigir que esse algo tenha maior qualidade. E estarão muito dispostos a dar a opinião deles sobre os produtos ou serviços que estão consumindo, principalmente se estiverem insatisfeitos por algum motivo. Nessa época, os sites de reclamações e redes sociais ficam ainda mais cheios de opiniões e reviews sobre produtos e serviços. Assim, as empresas podem testar melhor as mudanças pretendidas e contar com um maior número e uma melhor qualidade de feedbacks dos clientes. Além de ser um melhor momento para coletar insights.

 

Revisão interna da empresa

Nesse momento, a empresa pode aproveitar para rever seu posicionamento e suas estratégias com a ajuda da inovação. Sendo um momento ideal para realizar mudanças organizacionais, que podem envolver a mão-de-obra, processos internos, canais de relacionamento com o cliente, entre várias outras. Assim, a empresa pode se adequar melhor às reais necessidades do cliente. Nesses momentos, também há uma pressão muito grande pelo aumento da eficiência e muitas vezes é preciso que a empresa busque a inovação para que os resultados operacionais esperados sejam alcançados. E ela consiga também reduzir os custos envolvidos na produção e se torne mais competitiva.

 

Na verdade, ao contrário do que se pensa tradicionalmente, é importantíssimo que a preocupação com a inovação exista também nos momentos de crise econômica e que, inclusive, ela tenha um papel central. Porque a inovação proporciona grandes ganhos à empresa em termos de competitividade. Além de proporcionar uma reestruturação dos processos da empresa, permitindo um ganho em eficiência e uma consequente economia financeira. Então, o que você está esperando para aumentar os investimentos em inovação?

Para mais conteúdos como esse, nos siga no Facebook e Twitter!