Como Humanizar a Sua Marca nas Mídias Sociais
10 de abril de 2015
Google+ empatou com o Twitter entre os usuários Adolescentes
14 de abril de 2015
Ver todos

Dois a cada três jovens no Brasil usam o celular para acessar a internet. Para 42% deles, o aparelho móvel é o principal meio de acesso à rede – acesso por computador se resume a 33%. Essas e outras revelações sobre jovens do Brasil e de outras partes do mundo foram publicadas nesta segunda-feira, 13, pela Telefônica.

download (1) A chamada Telefónia Global Millennial Survey enviou questionários online para 6,7 mil “millennials”, como são chamados a geração atual, com idade entre 18 e 30 anos, da Europa, Estados Unidos, diversos países da América Latina e do Brasil.

O questionário envolvia questões sobre otimismo em relação ao país de origem, interesse em trabalhar no exterior, satisfação com o sistema de ensino e relação com tecnologia.

Sobre esta, constaram em 2013 que 78% dos jovens brasileiros possuíam celular, enquanto 42% eram donos de um tablet e 69% e 62% contavam com notebook ou computador em casa. A participação de cada um dos eletrônicos cresce no mundo todo, mostrou o estudo.

Entre as principais atividades dos jovens no ambiente online, destacam-se o acesso a redes sociais (com 58%), para troca de mensagens instantâneas (45%), acesso a e-mail (35%). Cerca de um terço dos jovens entrevistados disseram acessar a internet várias vezes ao dia.

No entanto, segundo a pesquisa conduzida pela consultoria americana Penn Schoen Berland entre 23 de junho e 4 de agosto deste ano, “apenas 5% dos jovens são classificados como exploradores iniciantes, fazendo uso mais amplo da internet, como a participação em fóruns, cursos online, instalação de softwares e compras online”.smartphone-celular-mobile-reuters

Com o celular na mão, o brasileiro é o que mais lê notícias (60%), em comparação com EUA (43%), Europa (50%) e América Latina (54%). É também o que mais usa o celular para fazer transações financeiras (24% contra 22%, 15% e 19%, respectivamente), encontrar uma localização (28% contra 19%, 13% e 24%) e marcar um encontro (24%, contra 15%, 14% e 16%).

Fonte