Pesquisa de mercado online: Usar informações pagas ou gratuitas

Previsões das tendências de pesquisas de mercado em 2017
23 de janeiro de 2017
Pesquisa de Mercado é uma arte perdida para os empresários?
27 de janeiro de 2017
Ver todos

Pesquisa de mercado online: Usar informações pagas ou gratuitas

25/01/2016

A Internet é a maior fonte para adquirir informações gratuita diariamente, no entanto, com as inúmeras informações surgem notícias falsas à todo momento. Nesse sentido, Robert Kaminsky publicou no blog “Market Research” que é necessário estar atento a importância de obter as informações confiáveis na web para assegurar o sucesso do seu negócio e obter o melhor profissional para a realização da pesquisa de mercado.

Para determinar uma maneira útil de usar a web, Robert Kamisky analisa as seguintes categorias tanto para informações pagas quanto para as informações gratuitas, como pode ser visto a seguir:

Quando é apropriado usar informações gratuitas na web

As informações encontradas na web são públicas, possuindo base em opinião e informações voltada para o cliente. As categorias que são seguras para obter as informações e o porquê estão logo a seguir:

Como: Ao tentar descobrir […] os passos necessários para tirar uma amostra de sangue adequada, você pode procurar as informações na web e ver claramente as informações detalhadas sobre como as coisas funcionam. Nesta categoria, você pode ter uma razoável proteção da desinformação selecionando vários exemplos através de fontes que fazem sentido você confiar, como a Organização Mundial de Saúde, para obter instruções sobre amostras de sangue.

Preços:  A maioria dos fornecedores de produtos e serviços estão interessados em garantir que seus clientes estejam cientes de quanto as coisas custam, e muitos navegadores (como o Bing) são projetados para facilitar as compras on-line. Com os resultados, os preços são listados na web, você geralmente pode confiar, pois os preços são precisos. Isto é seguro para sites de comparação de preços ou grandes sites de venda como a Amazon. Se você puder encontrar os valores que você está procurando, tudo que você tem que fazer é certificar-se que o preço é de uma lista atual e que é do fabricante ou de um vendedor confiável.

Percepções Gerais: Esta categoria tem a ver com a forma de como um determinado produto ou serviço é percebido pela comunidade mundial. Tem menos a ver com questões constáveis e mais com o que as pessoas estão dizendo. Pesquisa de mercado na internet é a sua melhor solução, porque na web é onde as tendências positivas e negativas são muitas vezes medidas. A única ressalva é que informações como essa não são conclusivas, é preciso pesquisar ainda mais.

Quando você precisa de uma pesquisa de mercado profissional

Qualquer dado que precise de investigação de informações privadas, data points que são difíceis de determinar ou reunir uma perspectiva de um participante de mercado experiente para responder as questões é a melhor forma de obter relatórios profissionais de pesquisa de mercado.

Dimensionamento do mercado: Estimar-se que o tamanho do mercado para um produto ou serviço é normalmente feito por qualquer análise dos dados do fabricante ou dados de distribuidores/vendedores. Ambos os métodos requerem uma metodologia disciplinada e informações que muitas vezes não estão publicamente disponíveis. Com o resultado, é necessário conhecer a forma como a informação é recolhida e como é avaliada para verificar a sua credibilidade. Embora seja possível encontrar informações como essas na web, muitas vezes é difícil obter as informações básicas necessárias para contextualizar ou usar essas informações.

As projeções de mercado: Como dimensionamento de mercado, as projeções do mercado exigem uma metodologia clara, e eles também dependem das informações privadas. Além disso, essas projeções devem ser guiadas pelas informações dos especialistas da indústria em estudo, bem como os números brutos. É muito raro encontrar projeções de mercado on-line com o fundo necessário para a credibilidade, isso também é uma área mais adequada para a pesquisa adquirida.

As tendências de mercado: Ao contrário da categoria de percepções gerais, as tendências do mercado são opiniões sobre o que vai acontecer em um mercado e o por quê. Este tipo de análise pode ser muito subjetivo, de modo que essas opiniões devem vir de múltiplas fontes consideraveis, a fim de obter uma imagem ampla é preciso saber o que está acontecendo. Mesmo que às vezes você possa encontrar informações de opinião de fontes confiáveis na web, ainda é muito difícil obter comentários suficientemente confiáveis e verificáveis de fontes gratuitas na web.

O feedback dos clientes: O feedback do cliente ou a “voz do consumidor” não são apenas informações sobre as opiniões recolhidas. Ela exige uma investigação cuidadosa com parâmetros consistentes e claramente definidos que inclui uma compreensão de exatamente quem está respondendo e como eles estão relacionados com o produto ou serviço a ser avaliado. Vemos pesquisas off-line e pesquisas on-line o tempo todo, mas sem saber como a informação foi compilada e/ou a abordagem que está sendo tomada, é muito perigoso confiar nessas estatísticas. Nada prova isso mais do que o processo eleitoral presidencial que não incluiu dados suficientes sobre os não-eleitores tradicionais.

Com a enorme quantidade de informações com publicidades geradas pela internet e outros meios de informações geradas, não existe um controle responsável pelos dados que estão sendo fornecidos.

Para os profissionais de pesquisa de mercado e produtores pagos de pesquisas personalizadas, os ganhos são exclusivamente dos conteúdos produzidos. Os resultados dos dados fornecidos pelo editor forem imprecisos ou não confiáveis, não estarão mais no negócio. Dessa forma, os profissionais desta área possuem grandes responsabilidades em produzir dados confiáveis e precisos para os seus clientes.

Para ver a matéria completa, clique aqui.

Confira também artigos sobre as 5 perguntas para fidelizar os clientes e  Implicações da economia comportamental na pesquisa de mercado.

E para receber mais conteúdo como esse, nos siga no Facebook e Twitter.

Fonte