Pokémon Go: qual a percepção dos brasileiros?

Dia das crianças: percepções e expectativas
11 de outubro de 2016
5 perguntas para fidelizar seus clientes!
26 de outubro de 2016
Ver todos

O jogo Pokémon Go se tornou assunto frequente entre os brasileiros há algumas semanas atrás. Antes e depois do lançamento do jogo não se falava em outra coisa! Mas, agora que já passou o período da experimentação, qual a percepção que os brasileiros tiveram sobre o jogo?

Para tentar elucidar essas questões e medir o nível de conhecimento dos brasileiros sobre o jogo, a eCMetrics e a eCGlobal realizaram uma pesquisa com 1.000 internautas na plataforma online mobilo OpinionsApp. O estudo contou com homens e mulheres de todo o Brasil, com mais de 18 anos, das classes A, B e C.

Perguntamos a eles, primeiramente, o que os levou a baixarem o jogo. E o motivo mais citado foi o boca-a-boca gerado pelo seu lançamento. Porém, dos que baixaram o Pokémon Go, 2 em cada 10 já deixaram o jogo para trás. Entre eles, 73% tinham baixado o jogo exatamente por conta do boca-a-boca gerado. Quando perguntamos o porquê do abandono, a dificuldade de jogar e não ter gostado do jogo foram os fatores mais citados. O celular ruim, a internet e a falta de tempo foram razões pouco mencionados.

Apesar disso, a satisfação dos internautas com o jogo ainda é bem alta. Pois 83% responderam que estão amando ou gostando de Pokémon Go. Com relação às expectativas, os números não são tão positivos assim. Aproximadamente 60% dos respondentes afirmaram que o jogo atendeu às expectativas. Isso se deve ao nível das expectativas em torno do jogo estarem excessivamente altos.

Avaliando a frequência dos que continuam jogando, percebemos o quanto o Pokémon Go é viciante, já que mais da metade joga todos os dias e 8 em cada 10 jogam durante mais de uma hora (alguns chegando até a mais de 8 horas).

Um dos grandes estímulos do jogo era levar os participantes a outros lugares, saindo das zonas da cidade que frequentavam regularmente para caçar os Pokémons. Porém, a maioria dos jogadores tem o costume de jogar em casa ou em lugares conhecidos, como faculdade, escola e trabalho. Os caminhos entre esses lugares também foram apontados como locais de caça, além da grande presença shoppings. A preocupação segurança dos locais de jogo é pode ser uma razão para a escolha dos locais, já que apenas 3% dos respondentes afirmaram que não se preocupar com a segurança quando estão jogando.

Mas nem tudo está perdido! O Pokémon Go, mesmo sendo jogado individualmente, está se mostrando um jogo social. Pois a maioria dos jogadores costuma fazer suas caçadas em parceria com amigos, filhos, companheiros e outros.

A relação entre o jogo e as lojas e a preocupação com o compartilhamento de informações também foram perguntados e podem ser vistos na apresentação que preparamos para vocês! Para ver os resultados e análises completas, é só fazer o download gratuitamente através do botão abaixo!

 

Apresentação Pokémon Go!

Confira também nossas pesquisas sobre As expectativas dos brasileiros para o dia das criançasO zika vírus e o planejamento familiar brasileiro.

Não deixem de nos seguir nas redes sociais para ver mais conteúdos como esse!