Spotify anuncia produção de conteúdo em vídeo
13 de maio de 2016
MARKETING DIGITAL: COMO COMEÇAR?
23 de maio de 2016
Ver todos

Ferramenta para troca de mensagens do YouTube já está em fase de testes

O crescimento exponencial dos aplicativos e ferramentas para troca de mensagens está fazendo com que eles ganhem cada vez mais destaque na área tecnológica. Isso se deve ao tamanho do sucesso que estão fazendo entre os usuários das mais variadas idades e estilos. Já que possibilitam um relacionamento mais pessoal e privativo. Nesse novo momento, a plataforma de vídeos do Google, o YouTube, também está apostando em um serviço para conversa entre usuários e envio de vídeos privados. Como ainda está em fase de testes, a ferramenta não possui uma interface fácil de ser compreendida pelo usuário comum, porém a empresa responsável pela criação do recurso afirmou que isso está prestes a mudar.

Informações do site Wired indicam que o Google está testando a nova ferramenta no próprio aplicativo do YouTube, e este já está disponível nos dispositivos Android e iOS. Porém, o recurso ainda se encontra em fase beta e só pode ser utilizado por alguns usuários específicos. O objetivo da empresa é reunir os seguidores em uma única tela para o compartilhamento de vídeos ou qualquer outra informação, facilitando o consumo e fazendo com que os usuários passem mais tempo na plataforma. Assim, tal recurso pode dar ainda mais destaque aos conteúdos em vídeo.

Além de o YouTube Messenger permitir o compartilhamento de vídeos, também será possível “gostar” das mensagens recebidas. Fazendo com que os usuários possam ter um maior engajamento dentro da plataforma. Nos últimos meses, outra novidade entrou em vigor e pegou de surpresa algumas pessoas: a reprodução automática dos vídeos. Esse recurso faz com que outro vídeo seja reproduzido quando um chega ao fim. Com o propósito de que a pessoa continue assistindo vídeos no site. No entanto, o YouTube desenvolveu a ferramenta a opção de desativar o recurso junto com o próprio recurso. Para aquelas pessoas que não se familiarizaram com a ferramenta.

Fonte: (clique aqui)